Seguidores

sábado, 24 de outubro de 2015

ESTUDO PARA CRIANÇAS DIGA NÃO AO HALLOWEEN

Estudos para Criança - Diga não ao Halloween.













1- Recepção / Bate-papo (Receba as crianças, cumprimente-as e converse um pouco com elas sobre a sua semana).
2- Louvor / Adoração
3- Oferta:.
4- Pedidos de Oração e amigos sejam ganhos para Jesus. Orem para que as escolas deixem de fazer a festa do Halloween. 5-Revisão da lição anterior: Jesus e a fuga para o Egito (Faça perguntas às crianças).
6- Objetivo: A criança deve entender que tudo que se refere à magia, bruxaria, feitiçaria, desagrada a Deus e agrada a Satanás e o dia das Bruxas é um culto a Satanás que crianças do mundo inteiro acabam participando e sem saber, estão participando de uma celebração Satânica.
7-Quebra-Gelo: Qual é a festa do ano que você mais gosta? E por quê? (ex. aniversário, Natal, Ano Novo, etc.)
8- Versículo para Memorizar: “Que não tenham entre vocês nem bruxo..., nem mágico..., nem quem consulte os mortos..., porque todos os que fazem essas coisas aborrecem ao Senhor.” Deuteronômio 18:10-12
9- Referência Bíblica: I Samuel 28 ( Texto alternativo)
10-Mensagem: Lição Objetiva sobre o Halloween: A abóbora, conhecida em inglês como”Jack-o-Lanter”, está presente nessa festividade. “Jack-o-Lantern” originou-se por causa de um homem chamado Jack que gostava de fazer brincadeiras de mau gosto e assustar as pessoas. A abóbora, sem o miolo e com uma vela dentro, seria para expulsar os espíritos do mal e os doentes que vagavam pelas noites.
Jesus-o-lanterna: Lição Objetiva sobre Jesus como alternativa cristã para “Jack-O-Latern” do Dia dasBruxas.Você precisará de roupas sujas, uma abóbora( tipo moranga) para ser esculpida, uma faca de escultura, uma colher grande, e uma vela. Comece a esculpir a abóbora e mantenha as crianças próximas de você e compartilhe as idéias abaixo com as crianças: Uma abóbora pelo lado de fora é redonda e brilhante, e sua pele é dura de perfurar. Parece perfeita e maravilhosa. Às vezes nós gostamos de fingir que somos maravilhosos e perfeitos. (Leia Isaias 66:2 em alta voz). O material do interior da abóbora (miolo) me lembra-nos dos nossos pecados, coisas que precisamos confessar e dizer: "eu sinto muito, Deus... ". Quando nós pedimos para Deus nos perdoar por todas as coisas erradas que nós dissemos, fizemos ou pensamos, Ele perdoa nossos pecados. (Leia Isaias 43:25 em alta voz) Como nós raspamos todo o material, viscoso, enlodo, a abóbora fica limpa por dentro. Também, Jesus limpa nossos corações quando nós confessarmos nossos pecados. (Leia Salmo 103:12 em alta voz)Você poderá então começar a esculpir a abóbora, mas não esculpa o rosto tradicional de Jack-o-Latern (boca, olhos e nariz). Esculpa símbolos que as crianças lembrem-se de Deus, como coração, cruz, peixe, borboleta. Fale às crianças que, quando esculpimos, a abóbora lentamente se transforma em algo novo. Nós também mudamos quando Deus trabalhar em nossas vidas. (Leia 2 Coríntios 3:18 em alta voz).
Finalmente, nós podemos pôr a vela dentro da abóbora. Quando nós acendemos a vela, o que acontece? (Leia 2 Coríntios 4:6 em alta).Quando nós temos Jesus em nossas vidas, é como ter uma vela dentro de nós. Nós brilhamos a luz de Jesus assim outros podem ver e conhecê-lo. (Leia Mateus 5:16 e João 12:46 em alta voz)
Jesus, durante esta festa do Dia das Bruxas, nos ajuda a brilhar Sua luz a nossos amigos e vizinhos.
(Imprima ou recorte figuras do Dia das Bruxas e explique às crianças que Deus não se agrada de festas como o Halloween, festas que celebram os mortos, o ocultismo. Faça uma distinção clara entre a história narrada e o Halloween.)
 11- Aplicação: Algumas escolas hoje em dia estão realizando esta festa com todas as crianças e nós Cristãos não somos obrigados a participar dela, nós temos é que dizer a todos a verdade sobre ela, que é uma festa de culto a Satanás, pois bruxaria é condenada pela Bíblia e de maneira nenhuma devemos participar de algo que Deus condena.
12- Atividade: Faça um círculo e coloque uma criança com os olhos vendados no meio e coloque uma música para tocar. As outras crianças ficam em volta dançando e a criança do meio vai tocar alguém e vai tentar descobrir quem é, se ela acertar o nome, a criança que ela acertou fica agora com os olhos vendados e continua a brincadeira, se ela errar o nome tem que dizer uma coisa que aborrece ao Senhor, ex: mentira, feitiçaria, desobediência, roubo, assassinato, vício, etc..Depois que falar passa para outra criança colocar a venda.
13- Brincadeiras: CORRIDA DA VASSOURA: Corre um representante de cada equipe nessa corrida só de ida. O objetivo é equilibrar uma vassoura na palma da mão enquanto corre. Se a vassoura cair antes da linha de chegada, o corredor volta ao início e começa tudo outra vez. Ganha quem cumprir primeiro a tarefa corretamente. Lembrando que vassoura não é coisa de bruxa, é para limpar a casa.

Fiz estes cartazes com estas gravuras em eva e o x fiz um palitoche na hora de dar o estudo coloco o x em em cima das das figuras

14- Comunhão / Encerramento
FONTE http://miriangalli.blogspot.com.br/

LIÇÃO OBJETIVA DA ABOBÓRA. DIGA NÃO AO HALLOWEEN

LIÇÃO OBJETIVA DA ABÓBORA.
DIGA NÃO AO HALLOWEEN.


A Lição objetiva da Abóbora

Esta lição baseia-se na abóbora Jack-o-lanter, símbolo do halloween

Material necessário:
2 abóboras in natura (uma delas deixe propositalmente suja, se necessário passe lama para caracterizar o estado dela quando sai de uma plantação) 

À medida que vai trabalhando com a abóbora você vai contando o roteiro abaixo:

Uma mulher me perguntou "Como um cristão deve ser?" Eu respondi -"O cristão deve ser como esta abóbora é".

Deus o colhe da plantação, o traz, e lava toda a sujeira fora de você (mostre a a abóbora suja). Então Ele corta o topo e o interior que contém um material nojento (remova o material que existe no interior da abóbora). Ele remove as sementes de dúvida, ódio, e ganância. Então Ele o esculpe uma face sorridente nova e põe a luz dele dentro de você para brilhar e todo o mundo possa ver (com um material cortante esculpa uma face na abóbora). 


Para sua apresentação, utilize ilustração como por exemplo: 
1 - abóbora suja (Conversa sobre como as coisas ao nosso redor nos afetam como TELEVISÃO, amigos, família, filmes, jogos, e música.) 
2 - cortara fora o topo e escavar o interior da abóbora (enquanto faz isto, você pode explicar como Deus retira a nossa velha natureza e pões uma nova natureza - Ef 4:22-24, Fl 4:8, Cl. 3:5-14, Ef. 4:29.) 
3 - esculpir uma face na abóbora (explique que a felicidade de ser uma nova criatura) 
4 - ponha luz dentro. (explique que Jesus é a luz e nos faz brilhar)

Imprima a figura do anexo e explique as crianças que Deus não se agrada de festas como o halloween, festas que celebram os mortos, o ocultismo. Faça uma distinção clara entre a história narrada e o halloween.

Sugerimos que você adquira uma cartolina color-set preta;
Recorte os olhos, boca e nariz do anexo e cole sobre a cartolina preta.
FONTE DESTA LIÇÃO 
http://www.escoladominical.net/
POSTADA PELO TIO ROBERTO.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

PROGRAMA ESPECIAL PARA CULTO DO ROL DE BEBÊ O CAMINHO

PROGRAMA ESPECIAL PARA CULTO  DO ROL DE BEBÊ O  CAMINHO.
PEGUEI A IDEIA DA TIA  ELISÂNGELA PIRES REIS.




MENSAGEM PARA O CULTO DO BEBÊ.
O CAMINHO - Reflexão – “O Caminho” Sabemos que neste mundo existem caminhos diferentes: caminhos do bem, caminhos do mal, caminhos de vida e caminhos de morte. Nossa vida neste mundo é uma caminhada, e os pais precisam ensinar os filhos a andarem em caminhos certos que os conduzirão a um lugar seguro. Hoje, vamos refletir nos seis primeiros passos que os pais devem dar para que seus filhos andem em caminhos seguros. Vejamos PRIMEIRO PASSO: CONHECER O CAMINHO. JOÃO 14.6
1---Quando alguém nos pede uma informação a respeito de onde fica uma determinada rua, só conseguimos informar se realmente a conhecermos o caminho que leva ate aquele local. Os pais precisam conhecer o caminho, para poderem ensinar o caminho certo para seus filhos. E o caminho é este:  “ Eu soou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” SEGUNDO PASSO: ORAR COM O FILHO E PELO FILHO. 1 SAMUEL 1.4,27
2-...Muitos pais querem ensinar a seus filhos o caminho sem orar. Isto é trágico, pois é através da oração que pedimos a Deus a sabedoria que precisamos para instruir a criança. Existem pais que oram pelos filhos, mas nunca oram juntos, e assim os filhos vão crescendo sem saber orar, e sem crer no poder da oração, 1 Samuel 1.26,27. TERCEIRO PASSO: LEVAR O FILHO A CASA DO SENHOR. 1 SAMUEL 1.24
3--Há pais que, quando os filhos estão pequenos, acham que não é tão necessário levá-los a igreja,  e isto tem causado grandes prejuízos para muitos lares e igrejas, pois os filhos crescem e aprendem outros caminhos, menos o da igreja. Lembre-se que são nos colégios que se formam os médicos, os professores, os engenheiros e etc., mas é na igreja, na casa de Deus que se forma um verdadeiro cristão, 1 samuel1.24. QUARTO PASSO: LER A BIBLIA COMO FILHO. SALMO 119.105
4-;...Hoje em dia as crianças, cada vez mais novas, estão indo para o colégio, muitos livros vão passar por suas mãos para serem lidos, mas antes de irem para um colégio, as crianças devem saber que a Bíblia é o livro dos livros, porque é a Palavra de Deus. QUINTO PASSO: CONTRIBUIR PARA O FILHO NÃO SE DESVIAR DO CAMINHO. DEUTERONOMIO 11.18-20.
5-;... Instruir a criança no caminho que deve andar não é algo que se faz num só dia, mas em todos os dias. Os pais devem viver de tal maneira que a criança sinta cada vez mais segurança de que esta no caminho certo. Muitos aparentemente agem de forma correta, mas quando chega a hora de serem exemplos, colocam tudo a perder. As  vezes falam mal da igreja, do pastor, dos irmãos, vivem mal com os vizinhos, contam piadas sujas, falam palavrões... pais que agem dessa forma não estão contribuindo para que seus filhos permaneçam no caminho, Deuteronômio 11.18-20. SEXTO PASSO: ANDAR JUNTO COM O FILHO NESTE CAMINHO.
6-...Na nossa rua vemos muitos pais que querem ter filhos bons, bem orientados, mas não querem pagar o preço. Mandam seus filhos sozinhos para a igreja e bem sabemos que é muito triste e desanimador, para uma criança, andar no caminho com Jesus sem a presença dos pais juntinho deles. CONCLUINDO. Quando começam dar seus primeiros passinhos, os filhos confiam totalmente nos pais para segura-los no momento certo Assim é, também, na vida espiritual, quando começam a dar seus primeiros passos para Jesus. Nós, pais, precisamos estar junto deles para  orientá-los, ensiná-los e orar pedindo a Deus que firme a fé e guie seus passos sempre no caminho do céu.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

HISTÓRIA BÍBLICA INFANTIL A CURA DE BARTIMEU O CEGO DE JERICÓ

HISTÓRIA BÍBLICA INFANTIL A CURA DE BARTIMEU O CEGO DE JERICÓ.
FIZ O PERSONAGEM DE BARTIMEU E AS MASCARAS PARA VENDAR OS OLHOS DA CRIANÇAS NA HORA DA MINISTRAÇÃO DA HISTÓRIA COM EVA, PINTEI A CAIXA DE SAPATO COM  TINTA GUACHE 



Cego Bartimeu 


Jesus causava alvoroço por onde passava. Mesmo quando realizava suas curas maravilhosas e pedia que as pessoas não as relatassem a ninguém, elas não conseguiam ficar sem dar glória a Deus e contavam para todo mundo. Então deste modo por todos os cantos corria a sua fama. 

Quando esteve em Jericó não foi diferente. Havia naquele lugar um cego cuja cegueira era apenas uma privação dos sentidos, isto é, uma cegueira física e não espiritual, pois ao ouvir o barulho da multidão ao seu redor perguntou a um transeunte o que estava acontecendo. Respondeu-lhe o homem que todos se encontravam agitados daquela maneira por causa de Jesus que ali se encontrava. Podemos assim notar que o cego de Jericó tinha uma aguçada percepção espiritual, discernindo algo diferente que estava acontecendo ao seu redor.

Desta forma o cego prontamente começou a clamar:

“...Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!” (Mc.10.47)

Primeiramente necessitamos entender o significado do verbo clamar, verbo de origem latina clamare, que quer dizer proferir em voz alta, gritar, implorar.

Citamos a seguir uns dos significados do verbo implorar, sinônimo de clamar, que mais nos chamam a atenção são:


-pedir com lágrimas ou em tom de súplica chorosa;
-pedir humildemente a ajuda de;
-solicitar com insistência.

Mas por que o significado deste verbo nos chama tanto a atenção? Talvez tenha sido por transmitir o sentido literal do que fez o cego de Jericó, ao estar tão próximo do salvador. Ele não se envergonhou, porém desceu ao pó, permitindo ao Eterno perceber a sinceridade do seu coração. 
A reação da multidão foi contrária a sua atitude, ela expressa uma forma de repreensão e censura para com o procedimento do cego de Jericó com Jesus.

É interessante ver que no texto de Mateus que temos dois cegos e não apenas um. Jesus realiza a cura de um cego na saída da velha Jericó (Mc. 10.46) e do outro na entrada da nova cidade de Jericó (Lc. 18.35).

No evangelho de Lucas no capítulo 18, Cristo nos ensina com que freqüência devemos orar ao Senhor e que nossas orações precisam ser produção de um coração contrito. Precisamos ser insistentes em nossas orações, como ensina Jesus na parábola do juiz iníquo e elas devem ser verdadeiras, como nos é ensinado na parábola do fariseu e do publicano.

Estas lições são colocadas em prática mais a frente na vida do cego Bartimeu, que insiste em ser atendido por Cristo mediante o seu clamor. Ele não se deixa intimidar pela força das circunstâncias ou pela oposição das massas, muito pelo contrário ao se sentir acuado pela multidão a sua volta para que parasse de clamar, grita mais alto, o seu brado é mais resistente a tentativa de calar sua voz, o que se pode notar no seguinte trecho deste texto de Marcos 10.48:
“...E muitos o repreendiam para que se calasse, ele, porém, gritava mais ainda...”

Também notamos em sua oração, uma singeleza nas palavras que utilizou. O cego de Jericó não fez uso de um vocabulário rebuscado com metáforas, hipérboles etc., porém falou com Jesus sobre o que ia em sua alma. Há uma passagem na Bíblia que diz que: não é pelo muito falar que seremos atendidos, mas na qualidade desse falar

A oração de Bartimeu é bem simples e curta. Ele não procurou tirar o atraso da oração, muito pelo contrário buscou ser sintético enfatizando o que realmente era importante pedir naquele momento em que orava, vejamos: 
“...Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!” (Mc 10.47
“...Filho de Davi, tem compaixão de mim!” (Mc. 10.48)
Mas o que deveria ser levado em consideração nestas orações? Devemos considerar a existência de uma invocação do nome de Jesus, um chamamento, Jesus é chamado para vir ter compaixão do cego. Bartimeu não busca resolver seu problema por si mesmo, mas sim deseja que Jesus o ajude, intercedendo pela intervenção deste em sua vida. O cego entende que carece de Jesus para resolver aquela questão. Podemos notar aqui que Bartimeu se humilha e reconhece a soberania de Deus, na figura de Cristo.

O que em nossos dias atuais tem tentado calar o nosso clamor a Deus? Serão as dificuldades do dia a dia? Será o nosso próprio eu? Ou serão nossas próprias limitações? A limitação de Bartimeu era sua cegueira física, porém isso não o impediu de ser abençoado pelo verbo em pessoa, Cristo.
Notamos que Cristo pergunta ao cego o que deseja que lhe seja feito. Que coisa estranha! É claro que Ele sendo o próprio Filho de Deus poderia curá-lo automaticamente, sem que houvesse esta necessidade. O Senhor Jesus desta maneira nos apresenta um Deus que se importa com as dores humanas, que busca ter intimidade com o homem e que procura fazer com que o ser humano através de seu pedido, interioriza a divindade como pai.
Afinal esta foi a marca distintiva entre o cristianismo e as demais religiões, pois o primeiro buscava apresentar a divindade bem mais próxima da humanidade, isto é, visando ter com o homem uma relação de pai e filho, bem mais chegada. Até então no mundo o homem da Antigüidade apenas conhecia as divindades como seres, coisas, essências ou objetos constituídos de poder sobrenatural, porém sem ter relação pessoal com ele. É na personificação do verbo que isto se realiza, é o próprio Jesus Cristo quem nos dá uma visão diferente de Deus.

A relação entre pais e filhos deve ser baseada no diálogo, na confiança, no amor e no carinho. Um filho que seja educado deste modo, com certeza confiará no pai e lhe pedirá tudo de que necessita, ele não temerá aproximar-se de seu pai pois sente-se a vontade para contar-lhe todas as suas necessidades. E o que vemos neste texto? Aqui Jesus apresenta o Deus Pai na realidade concreta da vida do cego Bartimeu, ao lhe perguntar o que desejava que lhe fosse feito. É óbvio que Jesus sabia qual era o desejo do cego, contudo fez com que ele o externalizasse, desenvolvendo nele uma dependência de Deus. Bartimeu é comparado a uma criança cuja relação com seu Pai é tão bom que ao pedir qualquer coisa a ele, possui a confiança de ser prontamente atendida. 

Será que temos nos colocado nas mãos do Senhor Jesus como fez o cego de Jericó? Creio que não, pois muitas das vezes nos achamos com capacidade de resolver nossos problemas e tiramos Deus da posição que lhe é devida em nossas vidas. Mas que posição seria essa? A resposta a essa pergunta é de que a posição do Senhor deve ser a daquele que ocupa o primeiro lugar e não o último. Nosso ego, portanto necessita ser amortecido para realmente nos encontrarmos sob o senhorio de Deus e podermos afirmar como o apóstolo Paulo: “Já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”.

Pegue as brincadeiras para esta história AQUI
Fonte do texto net
A IDEIA DA CAIXA PEGUEI AQUI:


BRINCADEIRAS PARA A´HISTÓRIA BÍBLICA A CURA DE BARTIMEU O CEGO DE JERICÓ

BRINCADEIRAS PARA A HISTÓRIA BÍBLICA A CURA DE BARTIMEU O CEGO DE JERICÓ






DESENHO ÀS CEGAS: Colar um papel pardo ou cartolina na parede. Chamar 2 crianças de cada vez, de olhos vendados, no mural para desenhar um objeto a pedido do professor. Vai ser divertido para as crianças verem depois como elas desenharam sem poder enxergar, e também será divertido para os coleguinhas que estarão assistindo;
SACOLA ÀS CEGAS: Coloque numa sacola vários objetos de diferentes formas, tamanhos e texturas. A criança deverá estar vendada e deverá tatear alguns objetos e descrever o que são, a cor, as características, etc.;
ABRAÇANDO BALÕES: Todas as crianças devem estar vendadas. Soltar balões pela sala. Elas deverão encontrar e abraçar o balão encontrado até estourar. Dentro deve ter balinhas ou pirulito. (é preciso ter um bom espaço e verificar que não existam objetos/móveis que possam machucar as crianças - não deve ser feito com crianças muito pequenas que se assustam com o estouro do balão);
SAPATOS PERDIDOS: Todas as crianças tiram seus sapatos que são amontoados numa pilha num canto da sala. Colocar uma venda na criança, que deverá ir até a pilha de sapatos e deverá encontrar e calçar seus próprios sapatos. No caso de crianças menores, elas poderão retirar apenas um pé do sapato e terá que encontrar na pilha o outro pé a ser calçado.
PISTA DE BALÕES: Pregar no chão balões com rostinhos desenhados neles. Abaixo de cada um, um par de pisadas, como se eles fossem bonequinhos. Organizar de modo que formem duas filas indianas, com espaço entre elas. Vendar uma criança e pedir que todas as demais fiquem em silêncio enquanto outra guia a criança de um lado a outro da sala, passando entre as filas, sem tocar nos balões. Vai ficar assim:


quarta-feira, 21 de outubro de 2015

BRINCADEIRAS BÍBLICAS PARA A HISTÓRIA DO APOSTOLO PAULO

BRINCADEIRAS BÍBLICAS PARA A HISTÓRIA  A VIDA DO APOSTOLO PAULO. 







Quebra gelo: comprimente as crianças num estilo bem ‘gaúcho’ e apresente as que estão visitando pela primeira vez. O mês de setembro é marcado por eventos que relembram a revolução farroupilha. Deixe cada criança comentar o que marcou pra ela nestas comemorações (na escola, na igreja, etc.)   Exaltação: cante um cântico, se possível, num ritmo gaúcho (exemplo: ‘há uma promessa na Bíblia que é para mim e para ti’). Leia atos 11. 22- 24. Repita o versículo 24 e explique como é importan...






Quebra gelo: Dê as boas vindas às crianças, apresente as visitantes. Converse com elas sobre a brincadeira favorita de cada uma depois peça quem gosta de brincar de ‘esconde-esconde’. Se possível brinque com elas no final de alguma das brincadeiras sugeridas.   Exaltação: Cante um cântico animado com as crianças que você conheça. Depois leia o Salmo 91. 1-10 repita algumas vezes o versículo 1 e 2. Ore com as crianças para terem confiança na proteção de Deus.   ...



Paulo



Quebra gelo: brincar de cabra cega conversar com as crianças e deixar que contem experiências que tiveram relacionadas a pessoas cegas. Não se esqueça de apresentar as crianças que vieram pela primeira vez.   Exaltação: Cante um cântico alegre com as crianças. Leia Atos 9. 17-18 com as crianças e lembre-as de Hebreus 13. 5b. Verifique se alguém lembra desse versículo, repita-o com eles e ore para que eles creiam nos milagres de Deus.    Edificação: Saulo de Tarso. Atos 9...




Quebra Gelo: Dê oportunidade a cada criança falar como foi pra ela a virada do ano e falem de projetos novos para 2014.    Exaltação: Cantem um cântico de vitoria. Leia em sua Bíblia At.20. 24 repita com eles e diga para cada um falar como sendo suas próprias palavras. Ore com as crianças nesse sentido.    Edificação: Paulo a caminho de Jerusalém At. 20.17 – 21.16   Ninguém gosta de despedidas principalmente quando é de pessoas que a gente gosta muito. O retorn...




Quebra gelo: Receba as crianças com alegria. Dê as boas vindas às novas. Pergunte para elas o que elas notam de mudança nas suas vidas depois que começaram a participar da célula.    Exaltação: Cante uma música com elas e peça que uma delas ore para iniciarmos a célula.    Edificação: Podemos mudar! At 24.24 – 26.26   Vocês conhecem alguma pessoa que deu testemunho de mudança em sua vida por ter aceitado Jesus como seu Senhor e Salvador? O Apóstolo Paulo mudou ...




Quebra gelo: Cumprimente as crianças e dê as boas vindas àquelas que estiverem pela primeira vez. Converse com elas sobre política peça a elas se já tiveram oportunidade de conversar com um vereador ou prefeito.    Exaltação: cante um cântico conhecido com as crianças e orem juntos para que este encontro sirva pra transformar elas em pessoas decidas a andar com Jesus como o apostolo Paulo.    Edificação: Paulo e as acusações dos judeus At 22.30 – 24.23   Ao pergu...




QUEBRA-GELO: Receba as crianças com muita alegria. Diga para elas que a presença delas faz a diferença. Que elas são muito importantes. Converse sobre as férias, o que estão fazendo nas férias escolares. Se novas crianças estiverem presentes, dê as boas vindas para todas. Na nossa folha de hoje, quando Paulo chegou à casa de Tiago em Jerusalém, os irmãos o receberam com muita alegria (At. 21.17). Diga para o seu vizinho que ele é muito bem vindo à célula.    EXALTAÇÃO: Cante com as c...




Quebra Gelo: Dê oportunidade a cada criança falar como foi pra ela a virada do ano e falem de projetos novos para 2014.   Exaltação: Cantem um cântico de vitoria. Leia em sua Bíblia At.20. 24 repita com eles e diga para cada um falar como sendo suas próprias palavras. Ore com as crianças nesse sentido.    Edificação: Paulo a caminho de Jerusalém At. 20.17 – 21.16   Ninguém gosta de despedidas principalmente quando é de pessoas que a gente gosta muito. O retorno ...




Quebra gelo: Receba as crianças e ofereça algo para se refrescarem. Converse com elas a respeito de experiências como trepar em arvores ou outros lugares altos e se alguém já caiu e se machucou dessa forma.   Exaltação: cante um cântico com as crianças que fale sobre fé. Leia e repita algumas vezes com as crianças Atos 20.10. Ore com elas.    Edificação: Paulo e o Dorminhoco de Trôade At 20. 1-16   Sabe aquelas antenas de telefone bem altas? Pois é, há alguns dia...




Quebra gelo: receba as crianças e acomode-as. Se possível ofereça um suco ou água gelada. Converse com elas sobre a expectativa dos últimos dias de aula e aquilo que mais marcou na escola no ano que termina.   Exaltação: cante um cântico, se possível que fale do poder de Deus ou de Jesus. Leia na Bíblia e repitam juntos Atos 19. 20. Orem pra que a palavra de Jesus se torne poderosa na nossa célula.    Edificação: Paulo e os filhos de Ceva. At. 19. 11- 20   Milag...




Quebra-gelo: cumprimente as crianças que estão visitando a célula pela primeira vez. Faça com que elas se apresentem, dizendo o seu nome e quem elas conhecem que estão ali. Peça para que todas as deem boas vindas aos novos membros. Pergunte: Você obedece a seus pais, professores e aos mais velhos? E a Jesus, você obedece também?   Exaltação: Cante com as crianças um cântico que elas conheçam. Depois mostre na Bíblia como achar o texto que será estudado hoje, Atos 18.23 até 19.10. Ore ...




Quebra Gelo: Dê as boas vindas às crianças e apresente os visitantes. As vezes nossos pais nos xingam. O que você sente e faz quando outra pessoa te xinga? Deixe cada criança comentar e toque novamente na questão lá quando os judeus xingaram Paulo.   Exaltação: cante um cântico que você conhece com as crianças. Leia junto com elas Atos 18. 9-10. Enfatize que Jesus está com a gente e nos protege quando fazemos sua vontade de falar do evangelho aos outros ore com elas.    Ed...





Quebra Gelo: Receba as crianças e apresente os visitantes, depois conversem um pouco sobre inveja. Peça a elas explicarem o que é e depois peça se elas alguma vez já tiveram inveja de alguém.   Exaltação: Cante um cântico com as crianças e leia 1 Pe. 2. 1-2. Explique que devemos abandonar a inveja e outras coisas erradas e nos alimentar do leite espiritual que é palavra de Deus para crescermos espiritualmente. Ore nesse sentido com as crianças.    Edificação...


Saulo em Antioquia

Quebra gelo: cumprimente as crianças num estilo bem ‘gaucho’ e apresente as que estão visitando pela primeira vez. O mês de setembro é marcado por eventos que relembram a revolução farroupilha. Deixe cada criança comentar o que marcou pra ela nestas comemorações (na escola, na igreja, etc.)   Exaltação: cante um cântico, se possível, num ritmo gaucho (exemplo: ‘há uma promessa na Bíblia que é para mim e para ti’). Leia atos 11. 22- 24. Repita o versículo 24 e explique como é importan...


A fuga de Saulo

Quebra gelo: Dê as boas vindas às crianças, apresente as visitantes. Converse com elas sobre a brincadeira favorita de cada uma depois peça quem gosta de brincar de ‘esconde-esconde’. Se possível brinque com elas no final de alguma das brincadeiras sugeridas.   Exaltação: Cante um cântico animado com as crianças que você conheça. Depois leia o Salmo 91. 1-10 repita algumas vezes o versículo 1 e 2. Ore com as crianças para terem confiança na proteção de Deus.   ...


Saulo de Tarso

Quebra gelo: brincar de cabra cega conversar com as crianças e deixar que contem experiências que tiveram relacionadas a pessoas cegas. Não se esqueça de apresentar as crianças que vieram pela primeira vez.   Exaltação: Cante um cântico alegre com as crianças. Leia Atos 9. 17-18 com as crianças e lembre-as de Hebreus 13. 5b. Verifique se alguém lembra desse versículo, repita-o com eles e ore para que eles creiam nos milagres de Deus.    Edificação: Saulo de Tarso. Atos 9...


Ser Soldado?

Você já pensou em alguma coisa pra fazer quando crescer? Que tal se tornar um soldado? No Brasil existem varias opções para alguém se tornar um soldado. Tanto meninos como meninas podem ser soldados. Nem todos porem vão se tornar soldados no exército brasileiro e isso é assim mesmo.   Na Bíblia temos as historias de muitos soldados. Um desses soldados é Josué. Ele teve muitas vitorias em batalhas onde estava em desvantagem. Essas vitorias foram possíveis por ele ter ...


Filipe At. 8


Quebra gelo: Depois de cumprimentar as crianças e dar as boas vindas aos visitantes, converse com elas sobre a palavra “bullying” e peça que dêem exemplos do que é. Depois peça que cada uma comente uma experiência pessoal em que foi vitima ou atacou outra pessoa.   Exaltação: Cante um cântico com as crianças. Leia em sua Bíblia Hebreus 13.5 b-8 mostre que Deus não se agrada quando prejudicamos e perseguimos os outros e mostre que Ele está com a gente mesmo quando nos pers...


I:Fonte; http://www.redeapostolicareviver.com.br/
PEGUE MAS HISTÓRIAS DE PAULO AQUI:

sábado, 17 de outubro de 2015

HISTÓRIA BÍBLICA INFANTIL FAMÍLIA PRESENTE DE DEUS

HISTÓRIA BÍBLICA INFANTIL FAMÍLIA PRESENTE DE DEUS.



FAMÍLIA: UM PRESENTE DE DEUS.
1) Introdução: O Presente.
Apresentação de uma embalagem bem bonita representando um presente.
“Hoje eu trouxe um presente! Quem gosta de presente aí?”
Falar acerca dos inúmeros presentes que alguém pode receber.
“Quem quer ganhar o presente que eu trouxe? Este presente é muito especial porque veio diretamente de Deus. Alguém aí já recebeu um presente de Deus? Deus tem muitos presentes para nos dar, mas tem gente que prefere não receber se afastando de Deus.
Sabe quais foram as primeiras pessoas que preferiram abrir mão do que Deus tinha para dar?”
Neste momento falar rapidamente sobre Adão.
Cantar o corinho: “Adão foi o primeiro homem a pecar, eu quero ver quem vai vacilar...”
Como não vamos vacilar, vamos receber nesta noite o presente que Deus tem para nós.
Se você não conhece este corinho, encontrei um vídeo no YouTube:
Clique aqui para ouvir!
LEITURA BÍBLICA:

A bênção do SENHOR é que enriquece;
e não traz consigo dores. Provérbios 10:22
2) Descobrindo qual é o presente:
O que tem dentro deste presente?
Sementes! Sabe o que estas sementes representam? Nossa família!!!
Todo mundo aqui tem uma família? O que é família?
Família: grupo de pessoas com ancestrais comuns ou ligados por laços afetivos. Constituída por aqueles que fazem parte de um convívio. Família é um presente de Deus!
Mas, o que a família tem a ver com estas sementes?
É que a família nos é dada como uma semente que necessita de cuidados constantes.
No que esta semente vai se transformar?
Isto mesmo! Numa planta!
Qual planta? Existem muitas não é verdade?
A primeira coisa que aprendemos é que cada família é de um jeito próprio. Cada família é um mundo à parte, com propostas e jeitos próprios e que não se repetem”.

A planta também purifica, renova o ar.
Família gera virtudes humanas. É preciso salvar as famílias se queremos uma vida mais saudável e equilibrada

3) A planta
Bom, voltemos à semente: ela não pode ser semente pelo resto da vida. Para crescer e se transformar numa linda planta, ela precisa de alguns cuidados:
1) Devemos colocá-la numa boa terra: Deus nos plantou neste mundo que não é tão bom assim. Mas Deus nos faz uma promessa:
Abrirei rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em tanques de águas, e a terra seca em mananciais. Plantarei no deserto o cedro, a acácia, a murta, e a oliveira; e porei no ermo juntamente a faia, o olmeiro e o buxo; para que todos vejam, e saibam, e considerem, e juntamente entendam que a mão do Senhor fez isso,
e o Santo de Israel o criou. Isaías 41:18-20

2) Ela precisa de água:
Neste momento, apresentar um grande regador confeccionado em papel cartão ou algum outro material à sua escolha. Dentro deste regador coloque várias gotinhas desenhadas. Cada gotinha receberá uma palavra escrita nela. Estas palavras representam alguma coisa que a família precisa receber para crescer forte e feliz.
 Utilizei as seguintes palavras (você pode variá-las):
Tempo
Paciência
Verdade
Sabedoria
Amor


Quebra-gelo: Vamos entender melhor este ensinamento?
Entregue um balde a algum irmão e peça a ele para enche com água. No entanto, combine com ele para, ao invés de encher com água, colocar os papeizinhos picados que estão no saquinho que você já preparou. Simule que regará As crianças com a água, jogando o conteúdo do balde (papel picado). Elas levarão o maior susto!!!!

Deus nesta noite também quer te surpreender

4) O Funcionamento da Planta:
Agora que nossa planta cresceu eu faço uma pergunta:
Vocês já viram uma planta sair por aí andando?
“Bom dia, senhor Bambu!” “Olá, dona Mangueira?”. Imagine você tentando comer um alface e ele fugindo do seu prato?
Claro que não! As plantas foram criadas por Deus e o próprio Deus deu a elas uma forma certa de funcionar.
Se as plantas têm uma forma de funcionar, Deus tem um padrão para o funcionamento das famílias também. Tem um MANUAL DE FUNCIONAMENTO.
Este manual traz segredos para a felicidade e os papéis de cada membro da família. Quem sabe qual é o nome deste manual?
Muito bem! A Bíblia!!!
Vocês têm buscado a Palavra de Deus para suas vidas?
Vamos ver!

Dinâmica: Procurando Jesus
Pais ajudando os filhos nesta tarefa
Esta dinâmica simples, mas muito propícia a reflexões variadas, foi proposta pelo irmão Carlos Henrique Nóbrega. Pode ser feita inserida em inúmeras mensagens. Vamos lá:
Chame uma criança (ou várias) e diga a elas que você escondeu na igreja um envelope parecido com este (mostre um). Este envelope representa A palavra de Deus, quem encontrá-la terá muita paz e alegria, além do direito de, um dia, morar no céu.
As crianças começam a procurar o envelope e, é claro, que não encontram.

Por que as crianças não encontram?
Porque sozinhas não conseguem, é muito difícil.
Chame um adulto da Igreja, pai ou mãe de uma das crianças que estão participando da dinâmica.
Você já deve ter combinado com ele, anteriormente, onde colocaria o envelope.
Peça a este adulto que segure a mão de seu filho e procure o envelope.
Obviamente, ele vai até o local que você disse e pegará o envelope. Agradeça e peça a todos para se sentarem.

O que você quer dizer com esta dinâmica?
Os filhos precisam da ajuda dos pais para encontrarem e viverem a Palavra de Deus... ajude seu filho nesta tarefa, guiando-o no caminho certo, orientando-o a não se desviar e nem perder o foco da salvação.
Não basta entregá-lo ao pastor, à professora da EBD ou aos dirigentes do Grupo Infantil. A Palavra deve ser vivida diariamente no lar e ser ensinada primeiramente pelos pais através do exemplo e nas inúmeras situações do cotidiano.

“E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa
e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar -te”. Dt 6:6-7

Quando descobrimos o Manual de Funcionamento de Deus para nossas vidas, vivemos os versículos abaixo:

“Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor”.Ef 5:22

“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também
Cristo amou a igreja, e a si mesmo se
entregou por ela”. Ef 5:25

Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor,
porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe,
que é o primeiro mandamento com promessa;
Para que te vá bem, e vivas muito
tempo sobre a terra. Ef 6:1-3

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios,
nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo;
as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará. Salmos 1:1-3

5) A Planta e a Erva Daninha
Agora eu quero mostrar algo a vocês!
Observem esta planta:
Apresentar à crianças um galho de uma árvore contendo uma erva daninha. No meu caso eu utilizei um galho de acerola com “erva de passarinho”.
Conversar com as crianças sobre o que elas estão vendo.
A maioria esmagadora das crianças acreditará que o que você está mostrando é uma planta boa. Não perceberá que o mal está ali misturado.
Pergunte a alguns adultos e, provavelmente algum saberá que há erva daninha ali misturada. Ressalte neste momento a dinâmica anterior: como é importante o adulto caminhar com a criança na fé!
Pois é, crianças! Deus tem nos dado um lindo presente que é a nossa família e nós temos comparado a família a uma sementinha que cresce e vira uma planta.
Mas quero dizer uma coisa a vocês e fiquem bem atentos. Tudo o que Deus faz, o inimigo de nossas almas tenta destruir.
Olhem esta planta! Se esta erva daninha não for arrancada, a árvore vai morrer. Assim é com a família! Quantas ervas daninhas estão crescendo nela e, muitas das vezes, não as reconhecemos e deixamos crescer junto com nossa família, achando que nelas não há mal algum. Quer alguns exemplos? (Conversar rapidamente):
Consumismo
Meios de Comunicação
Mágoas
Tristezas
e muito mais...
Mas, glória a Deus que, mesmo com ervas daninhas a planta não deixa de ser uma planta. A sociedade tem nos apresentado um padrão diferente do de Deus. Mas Foi Deus quem projetou a família, não permitindo que o diabo ou o mundo projetasse nada! Projetar é sonhar algo maravilhoso para seus filhos, andando com eles, ensinando que encarem as dificuldades, incentivando-os. Mesmo que alguma coisa não esteja bem, sua família ainda é um presente sonhado por Deus!
Se tem erva daninha no meio de nossa família, temos também uma promessa de Jesus para nossas vidas:

Toda a planta, que meu Pai celestial não plantou,
será arrancada. Mateus 15:13

6) Mas, infelizmente...
Apresentar um galho seco, uma planta morta...
Assim como muitas plantas não recebem os cuidados necessários, muitas famílias acabam morrendo na tristeza, na amargura, na falta de amor.
Mas, glorifique a Deus novamente: nada frustra os planos de Deus. Você é uma semente plantada neste mundo para dar certo! Isto porque você foi projetado no coração do Pai.

Porque há esperança para a árvore que, se for cortada,
ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos.
Se envelhecer na terra a sua raiz,
e o seu tronco morrer no pó,
Ao cheiro das águas brotará,
e dará ramos como uma planta. Jó 14:7-9

Há um rio de águas vivas que corre aqui... a fonte desta água é nosso Senhor Jesus!
Uma família nos padrões de Deus não é algo fantasioso ou impossível. Ter paz é possível, amar e perdoar também.
Somente com a ajuda de Jesus Cristo poderemos viver em família do jeito que Deus sempre sonhou.
Você pode estar pensando que eu não conheço a sua situação e da sua família para estar falando assim, mas aquele que tudo sabe conhece... o presente de Deus nesta noite é para você também!
Fazer o Apelo!
Fonte:http://jorgianecarvalho.blogspot.com.br/

ARQUIVOS DO BLOG

VÁRIAS IDEIAS PARA HOMENAGEAR OS PROFESSORES DE EBD

IDÉIAS PARA HOMENAGEAR TODOS OS PROFESSORES OS MAIS, MAIS!!! Faça uma pesquisa na igreja, para saber a opinião dos irmãos e das criança...