Seguidores

sexta-feira, 15 de março de 2019

LIÇÃO 5 MATERNAL A HISTÓRIA DE UMA AMIGA RUTE E NOEMI


BOAZ, RUTE, NOEMI E OBEDE
Fiz os recursos inspirados nos visuais da Tia Gi
 RUTE,NOEMI E ORFA

 NOEMI TRISTE E DEPOIS ALEGRE

Fonte dos recurso Recursos Tia Gi


Fonte da lição do maternal blog Pequeninos de Jesus









 Uma Linda Escolha.
Fonte:https://evangelismoinfantil.blogspot.com

Ao final da lição a criança deverá:
SABER que servir a Deus é uma escolha que traz bênção;
SENTIR desejo de escolher servir a Deus sempre;
RESPONDER, escolhendo servir a Deus.



VERSO PARA MEMORIZAR: “Aonde fores, irei... teu povo será o meu povo, e teu Deus será o meu Deus.” Rute 1:16. (NVI)

RECURSOS NECESSÁRIOS: Conquistando a Atenção: copos descartáveis, caixa grande com papel picado; Lição: prendedores de roupa; figuras abaixo; pote ou bacia; grãos de trigo ou arroz; espigas de trigo; TNT verde ou marrom; tira de TNT ou papel azul; tampas ou potes ou canecas plásticas; Revisando: grãos de cereais, vasilha; Aplicando: sacola com vários objetos; Contando aos Outros: cópias dos personagens ou dos seus rostinhos (abaixo) e prendedores de roupa para cada criança, cola.

COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Lição:
Cenário: Forrar o chão ou uma mesa com TNT verde. Colocar uma almofada ou mais, por baixo do TNT para simular um monte. Cortar uma tira de TNT azul e esticá-la no meio do cenário para ser o rio Jordão. Um lado do Jordão será Israel e o outro será Moabe.

Personagens: Pode-se usar apenas prendedores de roupa ou colar silhuetas neles (abaixo). Prendedores grandes para os homens, médios para as mulheres (que podem ser cor-de-rosa) e pequenos para os filhos de Noemi, quando eram crianças. Para movimentar os prendedores, fixá-los em potes de plástico ou caixinhas de papelão ou, ainda, tampas de caixa de sapato.






CONQUISTANDO A ATENÇÃO: [Dividir a classe em “Famílias” de uma ou duas crianças maiores e algumas menores. Mandar as crianças maiores ficarem em cantos diferentes da sala. No centro da sala, colocar uma caixa grande cheia de papel bem picado. Entregar copos descartáveis às crianças maiores; dar colheres descartáveis às menores, para que recolham o papel ou cereal na caixa. O objetivo do jogo é que as crianças menores recolham papel e depois o levem às crianças que estão nos cantos. As crianças maiores não devem sair de seus lugares. As crianças menores terão de fazer várias viagens à caixa de comida” e devem ser lembradas de cuidar umas das outras, enquanto enchem suas colheres. O time que encher os copos primeiro é o vencedor. Ao final da brincadeira, dizer:] Na história de hoje teremos uma pessoa jovem que cuidou de uma pessoa mais idosa.]

APRESENTANDO A LIÇÃO: [Fixar quatro prendedores nas bordas de um pote plástico. Dois grandes e dois pequenos. Colocar os personagens na parte do cenário que corresponde a Israel. Dizer:] Já quem abandona o mundo e resolve servir a Deus, será muito abençoado. É o que vamos ver na história de hoje.
  Esta aqui é a família de Elimeleque: a esposa Noemi e seus dois filhos, Malom e Quiliom. [Apontar cada prendedor.] Eles moravam em Belém, na terra de Judá. No tempo dos juízes houve uma fome na terra de Judá. Não havia comida e Elimeleque resolveu levar sua família para a terra de Moabe, para escapar da fome. [Levar a “família” de Elimeleque para Moabe.] Depois de algum tempo, Elimeleque morreu. [Deitar o prendedor que representa Elimeleque e, depois, retirá-lo.] Noemi ficou sozinha com os seus dois filhos. Os dois garotos cresceram [trocar os prendedores pequenos por prendedores maiores], tornaram-se rapazes e casaram-se com Orfa e Rute, duas moças moabitas. [Acrescentar dois prendedores cor-de-rosa]. Apesar de não serem israelitas, as moças aprenderam a adorar ao verdadeiro Deus.
 Depois de algum tempo, mais tristezas aconteceram: Malom e Quiliom também morreram. [Deitar os prendedores que representam Malom e Quiliom e, depois, retirá-los.] Noemi ficou arrasada. Certo dia ela soube que não havia mais fome em Judá e decidiu voltar para casa. Rute e Orfa quiseram ir com ela. [Movimentar um pouco os prendedores em direção a Judá.] Enquanto caminhavam, Noemi pensou que não seria justo que aquelas moças deixassem todos os seus parentes para irem morar em Judá. Então ela parou e disse [fazer voz de idosa]: “Voltem para a casa da mãe de vocês. Deus as ajudará a encontrar outros maridos e ter um lar feliz.” Ela deu um beijo em cada uma e despediu-se. Rute e Orfa amavam Noemi e insistiram muito para ir com ela. Mas Noemi também insistiu e, finalmente, Orfa beijou Noemi e voltou para seu lar. [Retirar o prendedor que representa Orfa.] Mas Rute não quis voltar de jeito nenhum. Ela era muito bondosa e meiga e disse [fazer uma voz bem bondosa]: “Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!  Onde morreres morrerei, e ali serei sepultada. Que o Senhor me castigue com todo o rigor, se outra coisa que não a morte me separar de ti!"  Rute havia sido uma moça pagã, que adorava ídolos. Mas, agora que aprendera sobre o verdadeiro Deus, ela não queria voltar para sua antiga vida. Noemi, vendo que Rute não voltaria, deixou que ficasse. Juntas percorreram o longo caminho de volta para a terra de Judá. [Movimentar a vasilha com os prendedores pelo cenário até chegarem em Belém.] Subiram montanhas, atravessaram o Jordão e continuaram até chegar em Belém.
Quando Noemi chegou, todos os seus amigos e amigas vieram saudá-la. Ela contou tudo que acontecera com ela na terra de Moabe e disse que seu nome agora deveria ser Mara. Depois, procurou sua velha casa e voltou a morar nela com Rute. Estava no início da colheita de cevada e Rute deixou sua velha sogra em casa e saiu para recolher alguma coisa nos campos. [Deixar “Noemi” em um canto do cenário, prender “Rute” em outra vasilha e levá-la até o campo de trigo. Espalhar espigas de trigo pelo chão.]
Em Belém, morava um homem muito rico chamado Boaz, que tinha muitas terras e uma grande lavoura de cevada. [Colocar o prendedor que representa Boaz perto das espigas de trigo.] Ele era parente do esposo de Noemi. Sendo um fazendeiro israelita, Boaz não colhia todo o grão na colheita. Sempre deixava um pouco para as pessoas pobres colherem depois que os empregados terminavam seu trabalho.  Certo dia, Rute foi colher nos campos de Boaz. [Abrir o prendedor de Rute, apanhar uma espiga de trigo e guardá-la dentro da vasilha onde o prendedor de Rute está fixado.] Como ele não conhecia Rute, perguntou aos seus trabalhadores sobre ela. E seus empregados contaram a história dela e de como ela era bondosa com sua sogra idosa.
Como ele era parente de Noemi, Boaz disse para  Rute colher só no campo dele e que ficasse à vontade ali. Também a chamou para comer com seus servos na hora do almoço. No final do dia, Rute separou a cevada e a levou para Noemi. [Colocar trigo em grão dentro da vasilha onde o prendedor de Rute está preso e levá-lo até o prendedor que representa Noemi.] A idosa senhora ficou muito feliz em ver quanta cevada Rute tinha trazido. Então, Rute contou como Boaz havia sido bondoso com ela. E Noemi disse que ela deveria colher só no campo dele, já que era parente.
Rute trabalhou muito, colhendo cevada todos os dias. No final da colheita, Noemi disse que Rute deveria conversar com Boaz e pedir que ele as ajudasse. Rute atendeu e disse a Boaz [Aproximar os dois prendedores (de Boaz e de Rute) e fazer uma voz meiga para Rute.]: “Você é parente próximo de Elimeleque e de meu esposo. Por favor, seja bondoso conosco por amor a eles.” Boaz sabia que, de acordo com a lei israelita, ele deveria casar-se com Rute e comprar a terra que pertencia ao marido de Noemi. Ele amava Rute e ficou feliz em casar-se com ela. Depois do casamento, Rute e Noemi foram morar com Boaz. [Levar os prendedores que representam Noemi e Rute para perto do prendedor que representa Boaz.] Algum tempo depois, Rute e Boaz tiveram um menino e o chamaram de Obede. [Colocar um prendedor pequeno ou um clipe perto dos outros prendedores.] Noemi amou a criança e sentiu-se feliz por ser avó. Agora não estava mais amargurada, mas novamente feliz. Sabem quem foi Obede? Foi o bisavô de Davi, que se tornou rei de Israel. Rute recebeu uma grande recompensa por sua bondade com Noemi. Ela se tornou mãe de reis. Rute foi tetravó do Rei Salomão. Da sua família nasceu José, o esposo de Maria, a mãe de Jesus.  Rute abandonou seus ídolos para servir ao verdadeiro Deus e por isso foi muito honrada, fazendo parte da família de Jesus. Que linda recompensa ela recebeu!


 MEMORIZANDO:
[Ler o verso na Bíblia, e ensiná-lo usando os gestos descritos na lição:]
Aonde fores, irei −  [dar dois passinhos à frente, mostrar dois caminhos.]
O teu povo será o meu povo, e o teu Deus será o meu Deus −  [mostrar o público, apontar para o céu e colocar a mão no peito.]
Rute 1:16 − [desabrochar uma flor e formar um livro.]

REVISANDO:    [Fazer as perguntas. A cada resposta certa, Rute consegue mais um pouco de ce-reais para sua vasilha. Quando houver uma resposta errada, tira-se um pouco de cereais. Ela deve estar  com a vasilha bem cheia para levar a Noemi.]
Sugestões de perguntas:
1. Por que Elimeleque e sua família mudaram-se para a terra de Moabe? [Porque havia fome em Israel.]
2. Que coisas tristes aconteceram? [Elimeleque e seus dois filhos morreram.]
3. Por que Noemi resolveu voltar para casa? [Porque soube que não havia mais fome em Israel.]
4. Quem quis ir com ela? [As duas noras: Orfa e Rute.]
5. Depois que Orfa decidiu voltar, o que Rute disse a Noemi? [Onde fores irei também. Onde morares ali morarei. Onde morreres eu morrerei também. Teu povo será o meu povo. Teu Deus será o meu Deus.
6. Como Rute era? [Bondosa e trabalhadora.]
7. Como sabemos que Rute foi uma trabalhadora esforçada? [Porque ela trabalhou o dia todo e trouxe bastante coisa para Noemi.]
8. Quem era Boaz? [Parente rico do marido de Noemi.]
9.  Como Boaz tratou Rute? [Com muita bondade.]
10.  Como Deus recompensou Rute por ter escolhido servi-Lo? [Ela se casou com Boaz, foi bisavó do rei Davi e ancestral de José, o esposo de Maria, mãe de Jesus.]



APLICANDO: [Dizer:] Noemi ensinou Rute sobre o verdadeiro Deus e Rute escolheu deixar os ídolos falsos e servir ao Senhor. Ela foi amável e cuidadosa com Noemi, que já era uma senhora de idade. Além disso era muito trabalhadora. Nós servimos a Deus quando somos amáveis e cuidadosos com os mais velhos e também quando fazemos nosso dever com alegria.
[Preparar uma caixa ou sacola com vários objetos. Chamar uma criança por vez para pegar um objeto sem olhar. Depois ela deve dizer como aquele objeto pode ser usado para servir a Deus sendo amável e trabalhador. Exemplos de objetos: curativo (cuidar de alguém ferido), pano de prato (secar a louça para a mamãe), espanador (tirar o pó), vidro de remédio (cuidar de um doente), graxa de sapato (engraxar os sapatos do papai), pá de lixo (juntar o lixo), prendedor de roupa (ajudar a pendurar a roupa), cabide (guardar as roupas) etc.]

CONTANDO AOS OUTROS: [Faça cópias dos rostinhos abaixo para cada criança, cole em cartolina, pinte e recorte. Cole em prendedores de roupa e deixe as crianças levarem para casa, para contarem a história dos personagens.]



segunda-feira, 4 de março de 2019

PROJETO SOCIAL JOANINHA A ÁRVORE QUE DÁ FRUTOS. PÁGINA AMARELA O CÉU



Gênesis 1:20 diz que Deus criou aves que ‘voariam por cima da terra, pela vastidão dos céus’. Nesse caso, a palavra “céus” se refere à atmosfera da Terra, o céu visível.

Isaías 13:10 menciona “as estrelas dos céus e suas constelações”, referindo-se ao que chamamos de espaço sideral.

A Bíblia fala da “morada [de Deus], os céus” e diz que existem “anjos . . . no céu”. (1 Reis 8:30; Mateus 18:10) As palavras “céus” e “céu” não são apenas linguagem figurada; elas descrevem o lugar onde Deus mora. *

“Olha para baixo desde o céu e vê da tua elevada morada, santa e gloriosa.”— Isaías 63:15.

 Todas as pessoas boas vão para o céu quando morrem?
A Bíblia não ensina que a Terra é apenas um lugar onde os humanos viveriam temporariamente, esperando morrer e depois ir para o céu. E também deixa claro que Deus nunca quis que os humanos morressem. Considere o seguinte:

Deus disse ao primeiro casal humano: “Tenham filhos e tornem-se muitos; encham . . . a terra.” (Gênesis 1:28) A Terra foi feita para ser a morada permanente do homem, o lugar onde ele viveria para sempre. O primeiro homem e a primeira mulher só morreriam se desobedecessem a Deus. Infelizmente, foi isso que escolheram fazer. — Gênesis 2:17; 3:6.

A desobediência do primeiro homem resultou na morte não apenas dele e da sua esposa, mas também dos seus descendentes. (Romanos 5:12) Será que isso deixou a humanidade sem esperança?

A Bíblia diz que “há novos céus e uma nova terra que aguardamos segundo a promessa [de Deus]”. * (2 Pedro 3:13) Por meio do seu Reino, Deus fará com que a Terra volte a ser como ele queria, “e não haverá mais morte”. (Apocalipse 21:3, 4) Será que esse texto fala da vida no céu? Quando dizemos que “não haverá mais” alguma coisa, é claro que se trata de algo que já existiu antes. Mas nunca existiu morte no céu. Então, é fácil concluir que o texto bíblico se refere ao que vai acontecer na Terra. A Terra é o lugar onde fomos feitos para viver e é onde desejamos estar com as pessoas que amamos. A Bíblia também mostra que os mortos voltarão a viver e se juntarão a seus parentes e amigos. — João 5:28, 29.

Muitas pessoas acham emocionante aprender o que a Bíblia realmente ensina sobre o céu. Por exemplo, George, que era católico, diz: “Achei o ensino bíblico sobre a vida eterna na Terra muito consolador. Fazia mais sentido do que ir para o céu.” *

“Quanto aos céus, eles pertencem a Jeová, mas a terra ele deu aos filhos dos homens.” — Salmo 115:16. Gênesis 1:20 diz que Deus criou aves que ‘voariam por cima da terra, pela vastidão dos céus’. Nesse caso, a palavra “céus” se refere à atmosfera da Terra, o céu visível.

Isaías 13:10 menciona “as estrelas dos céus e suas constelações”, referindo-se ao que chamamos de espaço sideral.

A Bíblia fala da “morada [de Deus], os céus” e diz que existem “anjos . . . no céu”. (1 Reis 8:30; Mateus 18:10) As palavras “céus” e “céu” não são apenas linguagem figurada; elas descrevem o lugar onde Deus mora. *

“Olha para baixo desde o céu e vê da tua elevada morada, santa e gloriosa.”— Isaías 63:15.

 Todas as pessoas boas vão para o céu quando morrem?
A Bíblia não ensina que a Terra é apenas um lugar onde os humanos viveriam temporariamente, esperando morrer e depois ir para o céu. E também deixa claro que Deus nunca quis que os humanos morressem. Considere o seguinte:

Deus disse ao primeiro casal humano: “Tenham filhos e tornem-se muitos; encham . . . a terra.” (Gênesis 1:28) A Terra foi feita para ser a morada permanente do homem, o lugar onde ele viveria para sempre. O primeiro homem e a primeira mulher só morreriam se desobedecessem a Deus. Infelizmente, foi isso que escolheram fazer. — Gênesis 2:17; 3:6.

A desobediência do primeiro homem resultou na morte não apenas dele e da sua esposa, mas também dos seus descendentes. (Romanos 5:12) Será que isso deixou a humanidade sem esperança?

A Bíblia diz que “há novos céus e uma nova terra que aguardamos segundo a promessa [de Deus]”. * (2 Pedro 3:13) Por meio do seu Reino, Deus fará com que a Terra volte a ser como ele queria, “e não haverá mais morte”. (Apocalipse 21:3, 4) Será que esse texto fala da vida no céu? Quando dizemos que “não haverá mais” alguma coisa, é claro que se trata de algo que já existiu antes. Mas nunca existiu morte no céu. Então, é fácil concluir que o texto bíblico se refere ao que vai acontecer na Terra. A Terra é o lugar onde fomos feitos para viver e é onde desejamos estar com as pessoas que amamos. A Bíblia também mostra que os mortos voltarão a viver e se juntarão a seus parentes e amigos. — João 5:28, 29.

Muitas pessoas acham emocionante aprender o que a Bíblia realmente ensina sobre o céu. Por exemplo, George, que era católico, diz: “Achei o ensino bíblico sobre a vida eterna na Terra muito consolador. Fazia mais sentido do que ir para o céu.” *

“Quanto aos céus, eles pertencem a Jeová, mas a terra ele deu aos filhos dos homens.” — Salmo 115:16.

Lembrancinha para o dia da mulher Porta Lixa de Unhas / Adriana Gimenes

Quer aprender fazer esta lembrancinha para o dia da mulher?



Aula 2 - Porta Lixa de Unhas / Adriana Gimenes 
{ Vídeos Moldes Fotos }
 Confeccionado Por: Adriana Gimenes Artesã
🎨 Em: E.V.A Ecológico Para Professores By Adriana Gimenes
Oi Lindonaaaaas 
Preparei tudo com muuuito Amor !!!
Espero seu 👍 e seu Comentário 🥰
Meu contato:👇 Clique 👇
http://bit.ly/MinicursoGratuitoParaProfessores
CLIQUE NO LINK ABAIXO E ASSITA O PASSO A PASSO DESTA LINDA LEMBRANCINHA.
Obrigada Adriana Gimenes Artesã

ARQUIVOS DO BLOG